Novidades

O Massacre de Suzano, e a teoria desarmamentista

Massacre de Suzano foi um massacre escolar ocorrido em 13 de março de 2019, na Escola Estadual Professor Raul Brasil no município de Suzano, em São Paulo. A dupla de atiradores Guilherme Taucci Monteiro e Luiz Henrique de Castro, ambos ex-alunos, mataram cinco estudantes e duas funcionárias da escola. Antes do ataque, num comércio próximo à escola, a dupla também matou o tio de um dos assassinos. Após o massacre, um dos atiradores matou o comparsa e em seguida cometeu suicídio.  A tragédia levantou o questionamento, sobre a posse de arma de fogo, cujo tema foi bandeira de campanha eleitoral do atual presidente. Os críticos da liberação da posse de armas, defenderam que se não fosse não fácil o acesso as armas, os adolescente não teriam obtido exito na tragédia. É oportuno lembrar que em 2011, na ocasião do massacre em Realengo, Rio de Janeiro, o governo que estava no poder era desarmamentista e o fato do cidadão de bem não possuir armas não impediu o ato bárbaro na época. A sociedade brasileira está completamente desajustada, pois quem deveria de fato ter a liberdade para o uso das armas, não tem o acesso a elas, enquanto o elemento que tem o intento do mal está armado até os dentes. O grande questionamento é, porque os locais onde estão pessoas indefesas, como nas escolas não existe a presença de seguranças armados, para inibir uma tragédia como esta? Infelizmente ainda prospera o discurso de que escola é lugar onde precisa da presença dos livros e não de armas de fogo. Houvesse a presença da polícia ou de seguranças bem treinados, nas escolas de Realengo e de Suzano, não haveria ocorrido as tragédias que ocorreram, pelo meno na intensidade que foi. A esperança é que o governo tome as providências necessárias, no sentido de evitar que novas tragédias ocorram em nosso país. Enquanto o governo faz a parte dele, a nossa é orar para que Deus, console os corações daqueles que perderam os seus entes queridos.
Author Image

Sobre Ev. Adair Ferreira
Adair Ferreira é casado com Alessandra Francisca. Fez seu bacharelado em Teologia no IBAD em Pindamonhangaba-SP e convalidou seu diploma pela Faculdade Boas Novas de Manaus - FBN. Lecionou na ETEJOVIS em Aimorés-MG de 2006 a 2010. Evangelista da Igreja Assembleia de Deus em Pancas e atualmente professor da Escola Bíblica Dominical. Leciona no Núcleo 057 de Teologia a Distancia do IBAD em Pancas, mas sobre tudo a sua maior posição é de Servo de Deus, a quem abnegadamente serve e ama.

Nenhum comentário

Obrigador por nos deixar uma mensagem!